terça-feira, 22 de maio de 2012

Catedral de Quito - Equador

Olá, Continuando as postagens sobre as Igrejas de Quito, 
trago hoje para vocês, algumas fotos da Catedral de Quito. 

Construída no século XVI, concluída em 1565. Considerada um dos templos religiosos mais importantes do Equador. A catedral guarda em seu interior, uma interessante coleção de esculturas e pinturas da escola Quintenha. É ponto de referência para os turistas que chegam à cidade, pois, está localizada no coração da parte antiga de Quito, mas precisamente na Praça da Independência.





 
 
 
 




domingo, 13 de maio de 2012

Quito: Igreja de São Francisco

Olá, Boa noite! Obrigada pela visita
 e tenham todos um feliz fim de semana.

Passamos a semana santa em Quito, uma cidade bonita com um grande número de igrejas  espalhadas, principalmente pelo centro histórico colonial. As igrejas de Quito impressionam pela beleza interior e a mistura de estilos arquitetônicos.
 Abaixo algumas fotos da Igreja de São Francisco.
A Igreja de São Francisco em estilo barroco, deu a capital do Equador o seu próprio nome. São Francsico de Quito, por ter sido a ordem franciscana a primeira a se estabelecer na cidade. Construída no Século XVI, entre 1536-1580 . A igreja é a mais antiga construção de Quito e está inserida no maior complexo arquitetônico religioso da América, com mais de 8.670 hectares incluindo um convento, pátios, escadaria. 







 
Detalhes da pintura do teto com alto relevo
Detalhe da cúpula
Detalhe das colunas


Tunísia e seus Encantos

Olá, Boa tarde e obrigada pela visitinha. Hoje Estou postando essa matéria importada do meu blog Artemcasa. Muito interessante!
Partimos de Tunes e fomos percorrendo as principais atrações turísticas do país passando pela costa litorânea, cidades históricas, centro e sudoeste do país. As surpresas vão surgindo através das paisagens das plantações de oliveiras, das belezas do deserto, do exotismo das construções trogloditas, da simplicidade do povo, enfim, temos muito o que escrever sobre o país e suas atrações. Melhor é detalhar em outros artigos cada uma das regiões. 
Em breve, mais novidades sobre a Tunísia. 

Através dessas fotos, faço um rápido passeio pelas principais atrações turísticas da Tunísia, país encantador! Abaixo, um texto detalha melhor esse roteiro de viagem imperdível!
Cartago
Ruínas de Cartago

Monastir- Mausoléu da família Bourguiba
Monastir- Mausoléu da família Bourguiba

Monastir-Cemitério e ao fundo, 
Fortaleza Mosteiro de Ribat
Ilha de Djerba
Sbeitla - Arco de Antonin 
marca a entrada do Forum Hammamet - Porta de entrada da Medina
Hammamet -
 Café Sidi Bouhdid. Muito famoso
Kairouan
Cidade mais religiosa da Tunísia.

Kairouan - fachada da Grande Mesquita
Kebili - Lago Salgado - fronteira com a Argélia.
El Djem - Coliseu
Anfiteatro mais importante da África do Norte
Douz - Região Sul- passeio pelo deserto
Douz- Mercado de animais em
Cidade turística, porta de entrada do Saara.
Matmata - região Berbere no Sul daTunísia
Situada a 40 Km de Gabès e 450Km de Tunes.
Matmata é famosa pelas construções trogloditas,
assim denominadas por serem grutas escavadas na rocha.
São habitadas por tribos nômades
Hotel Sidi Driss - Matmata
Aqui foi gravado o "Guerra nas Estrelas-1" em 1977
Tunes - Salão da Biblioteca do Museu do Bardo
Pátio interno do Museu do Bardo - Tunes
Nefta - Este Oásis é conhcido como a Corbeille (cesto)
Nefta - centro da cidade- Sul da Tunísia
Em pleno Saara, próximo a Tozeur.
Cenário da série Guerra nas Estrelas, 
filmado em 2009.
Oasis de Chebika
Oasis de Chebika
Sidi Bou Said - Café Dês Nantes
Sidi Bou Said - A cidade azul e branco
Sidi Bou Said - Ao fundo, Golfo de Tunes
 Sousse - Medina (cidade velha)

Grande Mesquita - Tunes
Tunes - O centro da cidade lembra as cidades francesas: construções padronizadas, largas avenidas e a arborização. A Tunísia foi colônia da França de 1881 a 1956.
Mercado de Tunes
limpeza e organização de dar inveja! 
Achei o máximo.
Artesanato muito rico. Amei !
São peças em cerâmica, couro, latão, vidro e vestuário.
Essa loja é na Medina (parte antiga da cidade) - Tunes
Tunes - Catedral São Vicente de Paula - 1822
Única igreja cristã de Tunes.
Bab Bhar ou Portão do Mar - Tunes.
Divide a medina da parte moderna da cidade
Tozeur- Museu Dar Charait -
Toda a história e estilo de vida árabe.
Tozeur - Outro destaque da cidade são os
enormes jarros que decoram as ruas e monumentos.
Tozeur - Porta da Medina -
Os ladrilhos em formas geométricas 
dão um charme a cidade.
É simples, bonito e original.
 Tozeur
Porta da Medina (cidade velha) século XIV
Mais um dos jarros que decoram Tozeur
Tozeur é uma cidade bastante pitoresca.
As construções são feitas em tijolos simétricos de cor ocre.
Tozeur - Sudoeste da Tunísia a 497 Km de Tunes.
Avenida Habib Bourguiba.
Visitar a Tunísia foi a realização de mais um sonho de viagem. A Tunísia é um país pequeno localizado ao norte da África limitado pelo Mar Mediterrâneo, Líbia e Argélia. É um dos seis países que formam a região do Magrebe, a parte ocidental do mundo árabe.
São três mil anos de história que cercam a cultura desse país que teve os fenícios como seus primeiros colonizadores por volta do ano 1000 antes de Cristo. Descobrimos a sua riqueza histórica a cada passo, por onde passamos de norte a sul do país. As marcas deixadas pelas várias civilizações entre berberes, fenícios, romanos, turcos, árabes e europeus fizeram do país uma nação multi cultural, com fortes manifestações presentes nas artes, arquitetura, culinária e modo de vida dos seus habitantes. A Tunísia é completa. Sua costa litorânea é rica em belezas naturais e oferece uma boa infra-estrutura aos visitantes, através dos resorts espalhados pelo circuito turístico, destacando-se aí, as cidades de Hammamet, Sousse, Monastir, e a ilha de Djerba.
Para quem dispõe de poucos dias para viajar, o ideal é comprar um pacote através de uma agência de viagem. É prático, além das facilidades de locomoção. Um pacote entre sete e dez dias é suficiente para percorrer o circuito turístico entre as cidades, uma vez que as estradas são boas e o país é muito pequeno. O preço não é alto com direito a guia,refeição completa, e a comodidade de não perder tempo para se situar pelas cidades. Viajamos em Fevereiro com temperaturas variando entre 8 e 17 graus. Um período bom porque o calor no verão é insuportável e também não fomos incomodados com o siroco (vento quente que sopra do Saara em direção ao litoral norte da África). Tivemos essa experiência na Argélia e não foi agradável.

Também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...