domingo, 1 de julho de 2012

Bangkok - Caldeirão Cultural da Ásia ( parte 1)

Saindo de Natal, depois de 28 horas de vôo e mais algumas, de espera nos aeroportos de São Paulo e Paris, enfim, chegamos a Bangkok (meu marido e eu). A partir daí enfrentamos um fuso horário de 10 horas a mais com relação ao Brasil. Cansados? Nem tanto, tamanha era, a ansiedade para conhecer esse outro lado do mundo cheio de misticismo e curiosidades. No saguão do aeroporto, aliás, muito bem estruturado, o que causou boa impressão, nos dirigimos ao balcão “Health Control” para o controle de saúde. Em seguida passamos para a fila do passaporte e só depois retiramos a bagagem. O nosso guia Pornpiroon, um profissional digno de elogios, nos esperava. Ao sair, de imediato, o choque térmico de 38 graus com muita umidade, sem brisa, O calor era insuportável. Mas... Seguimos viagem para o hotel em Silom Road, há 27 km do aeroporto. Uma foto do rei colada no para brisa do carro nos chama a atenção. Na Tailândia, o Rei é tão venerado quanto Buda. Mesmo no interior dos Templos, no altar, entre flores, velas, incensos e oferendas, ao lado das estátuas de Buda vamos encontrar a foto do Rei. Ver foto abaixo.
Interior do Templo do Buda de Ouro
Casa dos Espíritos( altares em plena rua) 
para fazer reverência aos ancestrais. 
Encontramos vários desse tipo.

 Templo de Mármore
O Reino da Tailândia (Muang Thai) que significa, “Terra Livre”, tem uma população de 61 milhões de habitantes dos quais 11 milhões vivem na capital, Bangkok que abriga 300 mil refugiados vindos do Camboja, Laos, Vietnam, China e Indonésia. Motivo de orgulho dos tailandeses é que a Tailândia é o único país da Ásia que jamais fora colonizado. 
 Mercado flutuante
 Mercado flutuante
 Mercado flutuante
 Mercado flutuante
 Mercado flutuante
Mercado flutuante
APESAR DE AGITADA, BANGKOK NÃO ASSUSTA.
Bangkok , conhecida como “A Cidade dos Anjos” é uma grande metrópole com arranha-céus por todos os lados, vias expressas aéreas e trens de superfície. O trânsito é caótico, com muitos carros, bicicletas, motos e os famosos “tuk tuk”, espécie de triciclo utilizado como táxi (principalmente por turistas), pouquíssimos semáforos e pra completar o quadro, a direção dos veículos é do lado direito. Dá até medo dirigir nessa cidade que também tem um comércio agitadíssimo. É comum ver pessoas circulando pelas ruas usando máscaras para se proteger da poluição. Para amenizar o problema, o governo começa a plantar novas árvores. 
Rua Pat Pong - Comércio de produtos de grifes, pirateados e também muito conhecida pelo comércio do sexo. 

À noite, a iluminação das ruas insuficiente não é obstáculo para o comércio noturno de dezenas de camelôs, barracas com comidas, lojas e os mercados. Apesar de ser uma cidade muito densa, não vimos cenas de violência, meninos de rua, mendigos, nem alvoroço pelas ruas. 
Mas, em meio a toda essa agitação, Bangkok oferece a seus visitantes o outro lado da cidade com seus atrativos: A beleza da arquitetura e riqueza dos templos budistas é um deslumbre, o passeio de bote pelo Rio Chão Phraya, o passeio ao Mercado Flutuante, a diversidade cultural, uma culinária excelente, bons preços, e muitas curiosidades que vamos descobrindo aos poucos além de um povo simpático, sorridente e tranqüilo. 
 Wat Po - Templo do Buda Inclinado - século XVI
 Templo do Buda Inclinado
 Templo do Buda Inclinado

UM POVO MÍSTICO E HOSPITALEIRO
Uma outra característica do povo é a capacidade que o tailandês tem de mesclar o moderno com o tradicional, guardando os seus valores culturais, presentes em pequenos gestos como postar as mãos na altura do tórax e curvar a cabeça como forma de agradecimento e respeito ao outro. A cada instante somos cumprimentados dessa forma carinhosa e simpática. Lá, não se usa apertar as mãos nem beijinhos de saudação. A reverência aos ancestrais é uma prática constante em suas vidas. As chamadas “Casa dos Espíritos” ou “Casa dos Anjos”, uma espécie de oratório com a imagem de Buda, muitas flores, alimentos, incensos, e velas ofertadas aos ancestrais, estão presentes em todos os ambientes: no interior de lojas, nos hotéis, pelas ruas, praças, no interior das residências, repartições públicas e etc. 
Pátio das Pagodas - WAT PO
  
Na póxima postagem darei continuidade a matéria sobre Bangkok. Não perca! Imperdível! Me agurade.



4 comentários:

  1. Olá dei uma passeado em suas viagens e fiquei encantada, conhecer tanta diversidade e fantástico.
    beijos
    Merielen

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Minha querida
    Um show sua viagem
    Que maravilha ver tudo isto ao vivo e a côres
    Que previlégio amiga,faça um ótimo tur

    Obrigado,pela gentil vst,ja sou sua seguidora, ja faz um tempo..........
    Um abraço carinhoso
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Estou aqui para agradecer por ter seguido o meu blog e parabeniza-la pelo seu blog muito bem elaborado

    Abraços,
    RioSul

    ResponderExcluir

  4. Olá Sonia Herminio, como você sabe firmamos uma parceria com a Equaliv, uma empresa que nos oferece produtos de qualidade que podem nos auxiliar na manutenção de nossa saúde, e nós já fizemos dois posts, um do Ômega 3 e AntiOx que esta na postagem pra você conhecer, e estamos sorteando esse dois produtos, é nossa primeira experiência em sorteios, então vim lhe convidar pra conhecer e participar se assim for do seu agrado ...
    É só conferir aqui ... http://www.riosul2012.com/2012/08/sorteio-no-blog.html
    Meu Abraço pra você,
    RioSul

    ResponderExcluir

Seu comentário me faz feliz. Obrigada pela visita e volte sempre,

Também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...